20/06/2018

Desacelere! - Considerações sobre o Wattsapp

Amoooo Wattsapp.


É minha ferramenta profissional preferida e a rede social que mais utilizo.
O que mais gosto no aplicativo:

* é gratuito
* permite uma infinidade de interações, posso mandar fotos, vídeos, arquivos, fazer ligações e vídeos-ligações
* Não é invasivo, pois pode ser um contato inicial e te retornam assim que puderem
* nos permite bloquear quem não nos convém
* as fotos de perfil ajudam em muitas questões, para quem não tem boa memória, como no meu caso
* os grupos de escola me ajudam a cuidar da tarefa de casa do meu filho
* nos dá privacidade em assuntos complicados que não podem ser "oralmente verbalizados" em alguns locais
* é um álbum de viagem com a privacidade que o Face não tem 
* organizam com eficácia trabalhos em equipe



Mas é bom lembrar que:
* Wattsapp não é telepatia. Tenha paciência.
* Nem todo mundo gosta de participar de milhares de grupos de assuntos aleatórios. Respeite isso.
* Nunca compartilhe notícias sem checar, divulgar fake news é tão antiético quanto criá-las.
* Nunca, mas nunca mesmo enviem correntes, devocionais ou piadinhas (suaves ou de mal gosto) para pessoas que não tem intimidade. E intimidade daquelas de "abrir a geladeira". kkk
* Muito cuidado com a foto do perfil, principalmente se seus clientes ou colegas de trabalho te contatam. Deixe a sensualidade para suas conversas com seu amor.
* Apesar de ser um registro, prefira documentar assuntos importantes no e-mail. 

E aí?
Concordam ou discordam ?

14/06/2018

Você conhece o conceito Hygge?

Já ouviu essa expressão?
Se pronuncia Hoo-ga.

É um conceito dinamarques para situações de bem-estar e contentamento.
Como tomar uma xícara de chá, ler um livro com uma manta quentinha, tomar uma cerveja geladinha enquanto observa as ondas do mar, papear ao sol no fim de tarde de outono.
Emfim, coisas simples, mas deliciosas que nos aconchegam no nosso cotidiano.

Para mim, não tem nada mais "hygge" que ir tomar café na minha mãe aos domingos. 
Não precisa ter nada de especial.
Só um cafezinho e papear com a mama.

Situações "hygge" são ótima para desconectar dos eletrônicos e se conectar com quem você ama.

Quer algumas sugestões:
* Faça um bolo simples para o café da tarde e convide uma amiga para uma fatia 
* Tome um banho quentinho com um sabonete bem cheiroso
* Uma caminhada pela manhã ou a tarde, sem celular com uma pessoa especial
* Acenda uma vela cheirosa
* Coloque uma roupa de cama limpinha e bem cheirosa na sua cama 
* Pare 5 minutos após o banho e passe seu hidratante com calma

Enfim ...
Nada d+
E por isso muito importante.
Por que conclui que seu bem-estar está muito mais ligado a atenção que você aplica no seu cotidiano do que no seu sucesso financeiro ou profissional.





11/06/2018

Simplificando o cardápio - Cozinhar em dobro

O que vamos comer?


Essa é a pergunta odiada.
Por que é uma necessidade, um prazer, mas ao mesmo tempo um compromisso complexo e que nos ocupa d+.
Na corre do dia a dia, a tendência é muito estresse e muitas refeições de baixa qualidade para "quebrar o galho".


Muita gente recorre aos congelados.

Comida congelada industrializada cara e de baixa qualidade.
Mas o problema não é o congelamento, e sim os ingredientes.
Uma boa dica para aproveitar a ideia é cozinhar sempre em dobro.
O tempo que você gasta para preparar 1 kilo de feijão ou 200 gramas é praticamente o mesmo.
Esse kilo serve 5 refeições (para uma família de 3 pessoas).

Além de pratos prontos, que podem ser finalizados na hora de servir, você tem a opção de aproveitar as etapas do prato.

Por exemplo: 
Quando vou cozinhar "carne com batatas"  faço uma medida dobrada com muiitoo tempero e antes de por as batatas, separo a parte do caldo e metade da carne para usar de base em sopas.
Assim a sopa sai em 15 minutos e com muito mais sabor, por que o caldo é concentrado.


Essa regra se aplica a praticamente tudo: arroz, lavar a salada, preparar guarnições simples e até assar bolos.
Sim, meu forno acomoda 2 formas, então sempre asso bolo em dobro e congelo um deles para o futuro.
Só não monto "marmitas" por que minha família não gosta.

E vocês como aceleram essa etapa do seu dia?





06/06/2018

Comfort Wear

No dia a dia, em família, qual tipo de roupas você usa?
Roupas puídas, manchadas e chinelos velhos?
Se precisar atender ao portão ou ir a quitanda, você troca de roupa?
As pessoas que você mais ama convivem com a sua pior versão?


O conceito de "comfort wear" vem em resposta a estas questões.
A ideia é estar tão confortável quanto de pijamas, mas com estilo.
Tecidos macios, tênis estilosos, malhas, lãs, tons neutros.
Esqueça os tecidos estruturados, os saltos e a alfaiataria.
A "comfort wear" usa muito a tecnologia das roupas de ginásticas, mas sem as cores exuberantes e recortes ousados.
A simplicidade e neutralidade é a base.


E as roupas desbotadas, furadas, desgrenhadas ... Guarde 2 ou 3 para faxinas com cloro, artes com tinta e outras coisas que manchem.
O resto pode virar pano de limpeza, camas para seus pets, etc.
Enfim... descarte!
Para não se estimular usá-las.


E o mais importante, quando for as compras pense na % do seu dia a dia que vai precisar de roupas arrumadas ou a "comfort wear".
Pois o que mais vemos é pessoas com um armário abarrotado de roupas para "quando" ... mas esse "quando" é uma parcela pequena da sua vida.
Então se você costuma ficar muuuuuito em casa não tem lógica seu guarda-roupas ser majoritariamente de roupas formais ou de balada ou de festa.


Protetor solar com cor, lip balm rosinha e um penteado simples complementam a sua seleção de roupas charmosas e confortáveis para ficar em casa.
Simples e bem cuidado!
Uma ótima versão sua para conviver com sua família. 




05/06/2018

FUJA!!!!


É uma tristeza ver a Gisele que apoia tantas causas ecológicas e femininas participar de uma campanha destas.

O uso consciente do dinheiro gera uma vida mais tranquila, menos necessidade de jornadas exaustivas ou situações insalubres de trabalho.

Mas se compro o que não preciso ...

Não vou conseguir usar até o fim por que não preciso, então vai virar lixo!

Tudo que já é comprado nessas condições é uma temeridade pois:

* Diminui sua renda, mesmo que em centavos, inutilmente.
* Gera lixo desnecessário
* Gera bagunça na sua casa, e tralha para administrar.
* Incentiva a competição por "coisas" gerando uma vida de insegurança psicológica.

Acho muito prudente pensarmos que dinheiro é vida.
Você troca seu tempo de vida por dinheiro através do trabalho.

Sério que você prefere trocar a sua cota de vida por algo que não precisa e não vai usar?

Não é melhor economizar para algo incrível?
Por que um castelo é construido de tijolo em tijolo.
Podemos trocar essas horas extras para pagar esses coisas desnecessários por mais tempo pessoal e qualidade de vida.

O que mais ouvimos é gente falando "ahh preciso gastar por que trabalho demais" ou "compro tudo que meu filho quer por que trabalho demais".
Mas a equação é na realidade invertida, o gasto consciente não iria gerar a necessidade de jornadas tão pesadas.
E mesmo se essa fosse inevitável, o uso inteligente da sua renda pode criar um "lastro" para mudanças em seu estilo profissional quando este não for mais conveniente.

Se eu quero mas não preciso, me esforço ao máximo para não comprar.
Assim sei que não estou desperdiçando o único bem finito humano:
O TEMPO.




sprintrade network